Promotor do caso “Brown” é alvo de petição

 

Protestos ocorrem na cidade de Ferguson após a morte de Michael Brown, baleado por um policial (foto: EPA)

Protestos ocorrem na cidade de Ferguson após a morte de Michael Brown, baleado por um policial (foto: EPA)

Aumentam as manifestações que pedem a saída do promotor público Bob McCulloch do caso “Michael Brown”. Nesta sexta-feira (22) foi entregue ao tribunal que vai julgar o caso, uma petição feita na internet pela saída do promotor, que teve 70 mil assinaturas.A iniciativa foi feita pela senadora Jamilah Nasheed.

Os manifestantes querem a saída de McCulloch, pois acreditam que ele não terá conduta imparcial, já que possui ligações familiares com o departamento de polícia. Segundo informações, o pai de McCulloch era policial e foi morto por uma pessoa negra.

Além disso, a mãe trabalhou na policia. Atualmente, o promotor teria um primo e um tio que são policiais. Os manifestantes pediram ao governador do Missouri, Jay Nixon, para intervir no caso e pressionar pela troca do promotor. No entanto, legalmente, a decisão é exclusiva de McCullosh, que já declarou não ter intenção em deixar o caso sobre a morte de Brown, morto pelo policial Darren Wilson, no último dia 9 de agosto.

Wilson sem fratura – Segundo a rede de TV norte-americana CNN, é falsa a notícia de que Wilson teria sido fortemente agredido por Brown, que teria quebrado um osso da face do policial, antes de ser morto.

Um fonte teria dito que ao ser levado ao hospital, após o episódio, foi constatado apenas um inchaço no rosto de Wilson.

Fonte: Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *