Senado autoriza empréstimos para o SUS na Bahia e no Paraná

Senado autoriza empréstimos externos para Bahia e Paraná

Estados receberão juntos quase 400 milhões de dólares para desenvolvimento

Por meio de publicação no Diário Oficial da União, o Senado Federal autorizou nesta segunda-feira (11), o crédito de até US$ 200 milhões de para o estado da Bahia. O montante será destinado ao financiamento parcial do Programa de Fortalecimento do Sistema Único de Saúde na Região Metropolitana de Salvador (Prosus).

O projeto tem como objetivo o fortalecimento dos SUS na Bahia, priorizando a Região Metropolitana de Salvador e o fortalecimento do planejamento e da gestão do setor público.

A operação tem garantia da União e será realizada com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), dividida em 40 prestações semestrais. O estado terá 25 anos para pagar o empréstimo.

A outra operação de crédito autorizada para a Bahia é no valor de US$ 150 milhões. O financiamento, que será feito com a garantia da União, será contratado com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird) e tem como objetivo o financiamento parcial da segunda etapa do Projeto Desenvolvimento Rural Sustentável.

O objetivo é promover a inclusão produtiva, fornecendo assistência aos pequenos agricultores rurais, visando aumentar a sua produtividade e o acesso aos mercados.

No mês de julho o Senado já havia autorizado o estado da Bahia a contratar US$ 429,26 milhões junto ao Fundo Internacional para o Desenvolvimento da Agricultura (Fida) e ao Bird para a realização de ações voltadas à inclusão e ao desenvolvimento socioeconômico do estado e ao projeto de desenvolvimento sustentável da produção rural na região do semiárido baiano.

Região Sul

Ainda na edição desta segunda (11) do Diário Oficial, o Senado publicou também a autorização do crédito de até 67,2 milhões de dólares entre o estado do Paraná e o BID.

O empréstimo será atribuído ao financiamento parcial do programa Paraná Seguro, que tem como objetivo reestruturar a segurança pública no estado.

Portal Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *