Argentina pedirá afastamento de mediador em NY

 

Cristina Kirchner conversa com ministro da Economia da Argentina (Foto: EPA)

Cristina Kirchner conversa com ministro da Economia da Argentina (Foto: EPA)

O governo argentino está preparando uma bateria de medidas judiciais para tentar resolver o caso dos fundo abutres, entre elas um pedido oficial de remoção do mediador Daniel Pollack, cuja atuação tem sido considerada “parcial” pela Casa Rosada. Pollack foi indicado ao posto pelo tribunal de Nova York, no qual atua o juiz Thomas Griesa, que havia estipulado o prazo do dia 31 de julho para que a Argentina pagasse seus credores.

“Mais que um mediador, Pollack está vestindo a camisa dos fundos abutres, pois não pede nada, nem que as condições impostas sejam revistas”, disse o vice-ministro da Economia da Argentina, Emmanuel Álvarez Agis, citado pelos jornais locais. De acordo com ele, a Argentina deve apresentar ainda nesta segunda-feira (4) um pedido formal a Griesa para a remoção do mediador.

A própria presidente Cristina Kirchner já criticou o mediador em um comunicado emitido após a última reunião de negociação com os fundos abutres. Hoje, a mandatária deve fazer um novo pronunciamento por volta das 18h30 locais.

Fonte: Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *