Delegada compara assassinato de bebê em Ituiutaba a filme de terror

Casal será indiciado por tortura e homicídio (Imagem: José Lúcio)

Casal será indiciado por tortura e homicídio (Imagem: José Lúcio)

O casal de Ituiutaba suspeito de matar, por asfixia, um recém-nascido de 18 dias, está preso no presídio do município.

A delegada da Delegacia da mulher e da criança, Alessandra Rodrigues da Cunha deu mais detalhes por telefone em uma ligação ao vivo com o apresentador Batista Pereira, no programa Chumbo Grosso 2ª edição,  nesta tarde de quarta-feira (6).

De acordo com a delegada, Jonathan Gonçalves Silva e Elessandra Teles da Silva, 20 anos, não tinham passagem pela polícia. Foi descoberta uma denúncia contra a mãe do bebê no Conselho Tutelar por agressão ao outro filho de 1 ano de idade, quando ele tinha apenas 1 mês de vida.

A delegada Alessandra Rodrigues afirma pela ligação que o caso a assustou muito. “Eu não dormi à noite, lembrando das cenas de crueldade contra aquele bebezinho tão indefeso e todo lesionado. Sinceramente o episódio foi um filme de terror visualizado por mim“, afirmou.

Ela ainda afirmou que o casal pode pegar até 30 anos de cadeia e sobre isso completa:

Espero que seja feita justiça, porque eu acho que até eu aposentar não irei me deparar com um crime tão bárbaro e diante de autores tão frios quanto esses que estão sendo mostrados na reportagem.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *