Homem tem carro de luxo roubado e é deixado em cafezal

Em Patrocínio ocorreu um roubo a mão armada no Bairro Jardim Ipiranga, em que a vítima, o produtor rural R.A.V. foi levada como refém e abandonada na zona rural de Araguari. Durante patrulhamento pela Rodovia LMG 748, na altura do Km 21, Araguari/MG, por volta das 11h20m, militares do 1º GP RV/4º PEL PM MAT/9º CIA PM IND MAT depararam com a vitima, caminhando pela pista de rolamento com os braços voltados para trás e com os punhos presos por abraçadeiras de plástico.

Na ocasião, R .informou que havia sido vítima de roubo, sendo levado uma caminhonete I/Toyota Hilux CD4X4 SRV, preta, placas PVO-4127/Patrocínio/MG, de sua propriedade.

A vítima relatou os seguintes fatos: que por volta das 07h00m do dia 28/04/2016 estava saindo com referido veículo de sua residência, situada à Rua Império, 166, no bairro Jardim Ipiranga, município de Patrocínio, quando foi abordado por dois autores armados com pistolas oxidadas.

Os assaltantes utilizavam capuz de cor preta, sendo que um dos autores trajava blusa verde e calça jeans, medindo aproximadamente 1,55 m de altura; o outro trajava blusa de preta e calça jeans, medindo aproximadamente 1,55 m de altura, sem maiores dados. Tais autores, mediante ameaças obrigaram a vítima a passar para o banco de trás e ficar abaixado. Durante a ação a vítima percebeu que havia outro autor dando cobertura em outro veículo de cor preta, possivelmente um Pálio.

Em seguida um dos assaltantes assumiu a direção da caminhonete e, após conduzi-la por alguns instantes, o veículo parou e rapidamente a vítima foi retirada da caminhonete, sendo colocado um capuz em sua cabeça e obrigada a entrar no porta-malas do mencionado veículo de cor preta, o qual trafegou por muito tempo, tendo a caminhonete tomado rumo ignorado. Em dado momento o veículo de cor preta parou e logo em seguida R. foi retirado do porta-malas por um dos autores, ocasião em que a fizeram ficar de joelhos e desferiram um chute em suas costas. Um dos autores prendeu seus punhos com braçadeiras de plástico, voltando seus braços para trás. Em seguida a vítima pediu para o autor para que o colocasse de pé, sendo atendido pelo autor, que retirou o capuz de sua cabeça, notando que estava no meio de uma plantação de café.

Um dos autores disse para a vítima que não era para este sair do local antes de duas horas, pois se fossem presos iriam voltar em sua residência para matá-lo. Que em seguida os autores evadiram sentido ignorado.

A vítima relatou ainda que não foi possível visualizar outras características dos autores devido o capuz e as ameaças para não olhar para eles.

O veículo roubado possui seguro opcional. Na caminhonete roubada havia diversos pertences da vítima e de familiares que não foi possível relacionar pela vítima no momento do registro. A vítima foi conduzida ao Pronto Socorro Municipal de Araguari, onde foi assistida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *