BH: Idoso é preso por porte ilegal de mais de 34 armas

O idoso não explicou a origem dos armamentos (Foto: Uarlem Valério/Jornal O Tempo)

O idoso não explicou a origem dos armamentos (Foto: Uarlem Valério/Jornal O Tempo)

Na noite desta terça-feira, 29 de julho, um aposentado foi detido pelo porte ilegal de 34 armas, um morteiro do exército e mais de 3 mil cartuchos de vários calibres, em Sarento, região metropolitana de Belo Horizonte. As armas não possuíam registro, ou estavam vencidos.

A polícia chegou até o sítio do idoso por meio de denúncia anônima. No local, a maioria dos armamentos foi encontrada em um galpão do sítio, outras dentro da residência e algumas escondidas em sacos e na calha da casa.

Os militares informaram que o idoso, de 70 anos, disse ser colecionador, mas não explicou a origem das armas. Afirmou ainda que tinha mais algumas no apartamento dele, em Belo Horizonte, que também foram apreendidas por falta de registro, necessitando do apoio da equipe do Esquadrão Anti-Bombas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) de Polícia Militar para o manuseio do morteiro anticarro do Exército Brasileiro, pelo alto poder de detonação.

Além do morteiro, os militares apreenderam fuzis, pistolas e espingardas. Todo o armamento, munições e o autor foram levados à delegacia. Após o registro do flagrante, o idoso foi levado ao presídio de Ibirité.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *