Caseiros confirmam que Eliza e Bruninho estiveram no sítio

No início da noite desta quarta-feira, o promotor Promotor mostrou vídeos e reportagens do Caso Bruno. O depoimento de Eliza Samúdio, na época em que estava grávida de Bruninho, alegando ter sido agredida pro Bruno e ter recebido remédios abortivos dele foram um dos materiais apresentados para mostrar que a vítima já vinha sendo ameaçada antes de ser assassinada. A exposição de materiais que comprovem o envolvimento de Bruno na morte deve durar até às 22h, quando começa o depoimento de Luiz Henrique Romão, o Macarrão.

Anteriormente, duas testemunhas prestaram depoimento através de vídeo. A primeira pessoa a ser ouvida foi o caseiro de Bruno que trabalhava no sítio do ex-goleiro, em Ribeirão das Neves, na época da morte de Eliza. Em um depoimento de aproximadamente duas horas, ele disse que viu Eliza e o filho no local, contrariando o que tinha dito em depoimento anterior, em 2010. Dw acordo com o caseiro, ele teria mentido por medo.Logo depois, a esposa do funcionário, que também morava no sítio, prestou depoimento.

Alterosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *