Embratur adota novo sistema para desburocratizar serviços

O sistema pode ser acessado remotamente, possibilitando que os usuários trabalhem a distância (Imagem: Antonio Cruz/Agência Brasil)

O sistema pode ser acessado remotamente, possibilitando que os usuários trabalhem a distância (Imagem: Antonio Cruz/Agência Brasil)

O Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) efetivou, nessa segunda-feira, 7, a primeira assinatura on-line no Sistema Eletrônico de Informações (SEI), plataforma que irá desburocratizar procedimentos administrativos do órgão.

De acordo com o diretor de Gestão Interna da Embratur e responsável pela primeira assinatura on-line no sistema, Tufi Michreff, o programa dará mais transparência às ações do Instituto e irá melhorar os serviços prestados ao cidadão.

“A plataforma é intuitiva e traz várias vantagens. O usuário poderá, por exemplo, tomar conhecimentos de licitações e até mesmo assinar remotamente qualquer documento que tramite no SEI. Além disso, com a economia do uso de papel e a aceleração dos processos, haverá considerável economia do dinheiro público.”

Plataforma

A plataforma engloba um conjunto de módulos e funcionalidades que promovem a eficiência e a eficácia administrativa. Desenvolvida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), trata-se também de um sistema de gestão de processos e documentos eletrônicos.

As principais características são a libertação do papel como suporte físico para documentos institucionais e o compartilhamento do conhecimento com atualização e comunicação de novos eventos em tempo real.

De acordo com o coordenador-geral de Marketing Digital, Marcelo Ribeiro, o tempo de respostas das ações de cada servidor irá diminuir, “uma vez que o trâmite processual será otimizado”.

O programa pode ser acessado remotamente por qualquer navegador. Isso possibilita que os usuários trabalhem a distância e, por exemplo, assinem remotamente contratos e outros tipos de documentos.

O sistema também gerencia a criação e o trâmite de processos e documentos restritos e sigilosos, conferindo o acesso somente às unidades envolvidas ou a usuários específicos.

Portal Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *