Cemig orienta consumidores a economizar energia no verão

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Férias escolares e um calor danado! Isso leva ao maior uso de ventilador, ar condicionado, televisão, computador. A geladeira gasta mais energia para esfriar os alimentos. Tomamos maior quantidade de banhos. Tudo isso pode aumentar o consumo de energia no verão. Simples mudanças no dia a dia favorecem a economia: de dinheiro e dos recursos naturais.  Segundo informações do Analista de Comercialização da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Ranieri César Leite Coelho, o consumo de energia depende de duas variáveis: a potência dos equipamentos e o tempo de uso de cada um deles. E é possível reduzi-los sem prejudicar seu conforto.

Chuveiro – usar na opção verão – economia de 30%

Geladeira- verificar borracha de vedação, evitar deixá-la aberta muito tempo e mantê-la em potência baixa, fazer o degelo periódico, evitar colocar alimentos quentes.  Alerta! Uma geladeira em mau estado de conservação pode gastar até 67% a mais de energia elétrica.

Ar-condicionado- fechar bem o ambiente onde o aparelho estiver ligado. Opte em usar nos momentos mais quentes. O abuso deste aparelho pode elevar em 30% na conta de energia.

Luz – aproveite a iluminação natural e ascenda as luzes mais tarde

Evite stand by- Quando estão no modo stand by, os equipamentos elétricos e eletrônicos chegam a consumir até 30% do seu consumo quando ligados. Além disso, é sempre bom escolher o equipamento com o selo Procel ou com a etiqueta do Inmetro com a letra “A” pois são os mais eficientes e econômicos.

Para quem se interessa em investir numa economia constante, uma opção é instalar o sistema de aquecimento solar. O analista da Cemig dá o exemplo de uma família de quatro pessoas que utiliza o chuveiro durante uma hora por dia. Nesse caso, o gasto anual apenas com banho é de cerca de R$ 1 mil. Um sistema solar para essa família está na faixa de R$ 2,5 mil e tem uma durabilidade de mais de dez anos. O valor investido pode ser recuperado rapidamente.

Fonte: Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *