Oração pela tragédia e depoimento do capitão marcou a quarta celeste

Oração pela tragédia e depoimento do capitão marcou a quarta celesteO Cruzeiro Esporte Clube amanheceu de luto nesta quarta-feira. A tragédia ocorrida no voo que levava a equipe da Chapecoense para a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, abalou profundamente a todos que estavam na Toca da Raposa II. Entre as 71 pessoas vítimas do desastre aéreo estavam jogadores da equipe catarinense, comissão técnica, dirigentes, jornalistas, convidados e a tripulação, todos com destino à cidade de Medellín, na Colômbia.

Antes das atividades, o técnico Mano Menezes reuniu todos os presentes no centro do gramado, e após algumas palavras de conforto foi realizado uma oração em nome de todos os envolvidos na maior tragédia do desporto nacional.

Henrique, capitão da Raposa, falou emocionado sobre a enorme tragédia que comoveu todo o mundo do futebol. Para o camisa 8, o sentimento dos próximos dias será somente de tristeza.

“Em nome do Cruzeiro, quero dizer que estamos muito sentidos e abalados, cada um da sua forma. Ninguém esperava isso, ainda mais num clube que vivia seu melhor momento. Companheiros nossos de trabalho, muitos que estiveram conosco, muitos jornalistas, massagista, roupeiro, segurança. Estamos abalados e damos força com nossas palavras para as famílias de todos os envolvidos. É isso que tenho a dizer. Nosso sentimento é de tristeza. A reflexão que fica é que, às vezes, fazemos planos e não acontecem da forma que a gente imagina. É viver intensamente o hoje, o agora, ter muita fé e buscar à Deus. O amanhã só pertence a Deus”, declarou o capitão, em nome dos companheiros de equipe.

Site Oficial Cruzeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *