O croata Darijo Srna terá a missão de parar Neymar

 Se Neymar é a maior esperança de gols da Seleção Brasileira, o meia Darijo Srna surge como a grande arma da Croácia para detê-lo. Capitão da seleção europeia e jogador do Shakhtar Donetsk desde 2003, o defensor de 32 anos terá a árdua missão de marcar o camisa 10 do Brasil na partida de abertura da Copa do Mundo. “Se eu não puder fazer mais nada, eu tranco a porta dele no hotel!”, brincou Srna, em entrevista coletiva no Itaquerão. Em seguida, Srna mostrou estar à vontade com a tarefa. “Ele é o maior jogador do Brasil, pode mudar o jogo a qualquer momento, mas é humano e eu também sou. Já joguei contra Ronaldinho Gaúcho e Kaká em 2006”, recordou.

Técnico croata, Niko Kovac também garantiu tranquilidade diante do combate contra a Seleção de Neymar. “Não estou perdendo meu sono. Tive seis meses para estudar a equipe do Brasil. O Neymar é um jogador de classe mundial, entre os três melhores do mundo, mas nosso capitão tem a resposta certa para ele”, afirmou Niko, confiando que Srna levará a melhor neste duelo particular. “O Brasil não é só o Neymar. Tem outros bons jogadores. Mas a Croácia também tem jogadores de classe mundial”, enalteceu o treinador croata, esbanjando confiança.

Com a experiência de ter disputado a Copa do Mundo de 2006 e de acumular 110 jogos pela Croácia, Srna garante estar pronto para comandar o sistema defensivo diante do Brasil. “Não pedi nenhum DVD com as jogadas do Neymar, não. Ele é um grande jogador, mas o Brasil tem outros jogadores e reservas que podem se destacar”, disse. “Tudo é possível no futebol. A bola é redonda. Viemos para cá porque temos qualidade e não porque somos bonitos”, disparou o ídolo do Shakhtar Donetsk, onde atuam 11 brasileiros, entre eles Bernard e Luiz Adriano.

Super Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *