Brasil conquista Volta Ciclística da Juventude

Seleção Brasileira em comemoração pelo título no Uruguai

Seleção Brasileira em comemoração pelo título no Uruguai

Após cinco dias de disputas acirradas, a vitória foi brasileira durante a 36ª edição da Volta Ciclística da Juventude, disputada entre os dias 18 e 23 no Uruguai. O Brasil ficou com o título geral individual por meio do atleta André Gohr, foi campeão por equipes e ainda sagrou-se também campeão da classificação de metas volantes, com Breno Morais. A última etapa foi vencida pelo uruguaio Nicolas Soron, da equipe Barril Artigas.

Os brasileiros tiveram uma atuação impecável durante toda a competição. A Seleção Brasileira de ciclismo de estrada júnior, com atletas até 18 anos, se comportou com uma grande veterana. Todas as informações e táticas estipuladas pela comissão técnica foram executadas com maestria pelos ciclistas brasileiros. ”Não tivemos nenhum problema interno durante os cinco dias de competição. A equipe inteira se comportou como verdadeiros profissionais, todos estão de parabéns”, destacou o técnico Eduardo Gohr.

A seleção já estreou conquistando a liderança da classificação por equipes, onde se manteve até o final da competição. Outra grande surpresa foi a vitória na classificação de metas volantes, alcançada pelo sergipano Breno Morais, de apenas 16 anos. Breno foi imbatível nessa classificação, terminando com bastante vantagem sobre o segundo colocado.

A vitória da classificação geral individual aconteceu depois de um trabalho intenso durante as cinco etapas disputadas, percorrendo 408 quilômetros entre várias cidades do Uruguai. O catarinense André Gohr, 17 anos, foi o ciclista mais rápido e faturou o título individual, terminando com mais de um minuto de vantagem sobre o segundo colocado. Essa liderança da classificação individual foi alcançada por Gohr na penúltima etapa, realizada no último sábado (22.02). Durante a etapa final, no domingo (23.02), André Gohr teve que contar apenas com a ajuda dos companheiros de seleção para administrar a vantagem e conquistar o título da competição para o Brasil.

“Poder terminar uma competição tão tradicional com a primeira colocação é sempre emocionante. Fizemos uma boa apresentação desde a primeira etapa e tudo deu certo. Preciso agradecer a todos os companheiros de equipe pelo excelente trabalho, a comissão técnica pelo apoio e dedicação e também a Confederação Brasileira de Ciclismo, que vem desenvolvendo e trabalhando no ciclismo de base para cada vez mais termos oportunidades como essa de poder representar o nosso país em competições internacionais”, declarou André Gohr.

Brasil 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *