Volante Luis Felipe é convocado para a Seleção dos Estados Unidos

Site oficial do CruzeiroA ligação entrecortada indicava que Luis Felipe já se dirigia ao aeroporto para seguir viagem e se juntar aos outros atletas convocados. O promissor volante da equipe juvenil do Cruzeiro não conseguia esconder a surpresa pela convocação um tanto quanto inesperada.

Nesta quinta-feira, o meio-campista recebeu a noticia de que havia sido chamado para um período de treinos com a seleção principal dos Estados Unidos, na Flórida. Com apenas 17 anos, o jovem jogador chamou a atenção do estafe norte-americano, que acompanhou de perto a disputa da IMG Cup, realizada nos Estados Unidos, em dezembro. Luis Felipe foi um dos destaques da equipe sub-17 da Raposa que acabou se sagrando campeã da competição.

Apesar do sobrenome Fernandes Rodrigues, que atesta a sua origem verde-amarela, Luis Felipe nasceu em Nova York, onde morou com os seus pais, ambos brasileiros, até os três anos de idade, quando eles decidiram retornar ao Brasil e residir em Ouro Branco-MG. No caminho para pegar o seu voo para o Terra do Tio Sam, marcado para às 22h50, o promissor volante gentilmente conversou com o Site Oficial do Cruzeiro e falou sobre a inusitada convocação.

“Não esperava a convocação, foi algo que aconteceu de repente, mas é tudo fruto do trabalho. A gente esteve por um período curto nos Estados Unidos disputando um campeonato, no qual acabamos sendo campeões. Agora veio a recompensa com essa convocação”, relembrou, o volante que gosta de sair para o jogo e arriscar de fora da área..

Na seleção norte-americana, Luís Felipe será comandado por Jürgen Klinsmann, lendário atacante da Alemanha campeã do mundo em 1990. Ao falar da chance de ser treinado por uma referência do futebol mundial, o mais novo talento celeste se mostrou ansioso em conhecer o seu novo comandante.

“Não sei muito sobre o trabalho dele, mas estou muito feliz por poder ter a chance de conhecê-lo. É, sem dúvida, uma oportunidade incrível”, afirmou o jogador, que garante estar com o inglês afiado, mesmo após se ver distante do país natal.

“Falo bem inglês. Tenho praticado muito na Toca da Raposa I, porque costuma vir muito estrangeiro lá, então, eu estou sempre conversando e me aperfeiçoando. Estou preparado.”, arrematou, o jovem craque meio gringo, meio brasileiro da Toquinha.

site oficial do Cruzeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *