Sada Cruzeiro está na 2ª final seguida do Mundial de Clubes

1  SadaO primeiro passo para a conquista do título inédito para o voleibol masculino brasileiro foi dado. Por 3 sets a 0, o Sada Cruzeiro derrotou nesse sábado, 19, o time argentino UPCN e conquistou a vaga para a grande final do Campeonato Mundial de Clubes, que está sendo disputado no Ginásio Divino Braga, em Betim. As parciais foram 25/22, 25/18 e 25/20.

O adversário da final já estava definido antes mesmo de os anfitriões entrarem em quadra: o Lokomotiv Novosibirsk, da Rússia, que bateu o Trentino por 3 a 1 no primeiro jogo da semifinal e deixou os representantes italianos, tetracampeões do torneio, fora da decisão.

Presente na final do Mundial em Doha, no ano passado, o Sada Cruzeiro escreve seu nome na história recente do vôlei mundial.

O duelo pelo título acontece neste domingo, 20, às 16h. Antes da decisão, às 13h, UPCN e Trentino fazem a disputa pelo terceiro lugar da competição. Ainda restam ingressos e as bilheterias do Ginásio Divino Braga abrem às 10h. Eles custam R$ 30 e são válidos para todas as atividades programadas para o dia. Após a última partida, tem show de encerramento do evento com Lô Borges.

O jogo

Contra os argentinos o time celeste começou a partida impondo um ritmo de jogo muito forte. Com o saque eficiente durante todo o confronto, os cruzeirenses dificultaram a recepção adversária e ainda marcaram sete pontos do fundamento. A torcida, que compareceu em peso ao ginásio, com 5.400 espectadores, ajudou os donos da casa a pressionarem o campeão sul-americano, que cometeu muitos erros e não conseguiu conter o ataque do Sada Cruzeiro.

Um dos protagonistas do duelo foi o oposto Wallace, que está entre os melhores atacantes do campeonato e marcou 20 pontos no jogo, sendo quatro de saque. “Saque é um fundamento que a gente treina demais, até a exaustão. E hoje, finalmente, o saque entrou. Espero que do mesmo jeito que entrou hoje, entre amanhã, porque isso vai fazer toda a diferença no jogo. A última partida contra os russos foi definida nos detalhes, por isso vamos tentar errar menos e agir na defesa, pois eles complicam bem o bloqueio atacando muito alto. Temos que usar a inteligência para superá-los”, disse o camisa 8.

O comandante Marcelo Mendez concordou com o seu oposto. “Acho que a grande diferença de hoje passou pelo saque, pois da forma que sacamos hoje não permitimos que eles fizessem o que vinham fazendo durante a competição. Acho que na final teremos que sacar como hoje, na primeira partida contra o time russo erramos muito nesse fundamento e não podemos repetir isso amanhã”, finalizou o treinador.

Site Oficial do Cruzeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *