Mais Educação terá adesão de novas escolas

A adesão ao Programa Mais Educação, do Governo Federal, será ampliada e mais escolas municipais serão beneficiadas. A fim de informar sobre o Programa para que mais escolar possam fazer parte, a assessoria pedagógica da Secretaria Municipal de Educação (SME) se reunirá com diretores de escolas na quinta-feira (7), na Oficina Cultural. Os encontros serão em dois momentos, das 8h às 11h30 para as escolas rurais e das 14h às 17h30 para as unidades urbanas. Atualmente, 15 unidades são atendidas em Uberlândia.

De acordo com o assessor pedagógico da SME, Alcides Melo, a intenção é ampliar e melhorar o atendimento educacional por meio do Mais Educação, que pode ser feito em sala de aula e em atividades esportivas, artísticas e lúdicas também no extra-turno. “No caso das escolas rurais serão estabelecidas oficinas e monitores especialmente para elas”, disse o assessor.

O Mais Educação teve início no Brasil em 2008 pelo Ministério da Educação para ampliar a jornada escolar e modernizar os currículos escolares. O programa incentiva atividades com base em estudos feitos pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e resultados da Prova Brasil. Com ele são observados os impactos que as escolas têm na vida e no aprendizado dos estudantes.

Podem fazer parte do Mais Educação escolas públicas estaduais, municipais e do Distrito Federal. Ao aderir, cada unidade pode optar por trabalhar atividades de acordo com seu projeto educativo. Podem ser promovidos acompanhamentos pedagógicos e ações nas áreas de meio ambiente, esporte, lazer e direitos em educação, além de cultura, artes, cultura digital, saúde, comunicação e mídias.

Para o desenvolvimento das atividades, o governo federal repassa recursos para manter monitores, materiais de consumo e de apoio. As escolas atendidas também recebem instrumentos musicais e rádio escolar. Cada unidade ainda é informada sobre valores de equipamentos e materiais que podem ser adquiridos pela própria escola com os recursos repassados pelo governo federal.

A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad/MEC), em parceria com a Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC) e com as secretarias estaduais e municipais de Educação. A operação é feita por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *