Seguro DPVAT nega indenização a rapaz tetraplégico

O jovem está tetraplegico

O jovem está tetraplégico

Um rapaz de 19 anos, caiu em um buraco de moto e ficou tetraplégico. O acidente o correu na Avenida Alípio Abraão, no Bairro Granada em março de 2016. Wilian Mamede Lina foi arremessado da motocicleta e ficou internado por vários meses no Hospital de Clínicas da UFU.

A família está rifando a moto dele para ajudar na fisioterapia, pois pela terceira vez o Seguro DPVAT foi negado.No momento do acidente, Wilian e um amigo estavam de moto, cada um em uma. Ao passarem por uma curva, os dois conseguiram desviar de um buraco, mas, a menos de cinco metros, havia outro.

O jovem perdeu o controle da moto e bateu em uma árvore. A vítima chegou a ficar internado no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). Ele quebrou as vértebras e pelo diagnóstico do médico, está tetraplégico.

Mãe da vítima

Mãe da vítima

No momento da reportagem o jovem se emocionou e relatou que tem fé em Deus que ele vai voltar a andar. A mãe de Willian é enfermeira e disse que não esperava passar por essa situação com o filho.

“Eu larguei o meu trabalho para cuidar dele, fiz especialização na área de tetraplegia para pode dar um auxílio melhor para ele”, afirma.

A Prefeitura disse que lamenta o quadro clínico do motociclista e aguarda o resultado da perícia técnica sobre as causas do acidente para se manifestar. A Secretaria de Obras disse que no endereço onde ocorreu o acidente não havia nenhum pedido de reparo e que a recuperação do trecho já foi incluída no cronograma de trabalho das equipes.

A equipe de produção do Portal UIPI procurou o Diretor do Sindicato dos Corretores de Seguros de Minas Gerais  (Sincor-MG), José Eustáquio que relatou que o DPAVT não está negando de pagar o benefício, e que o órgão precisa de provas concretas de todo o processo para liberar o pagamento.

Por Lourival Santos e Camila Rabelo

6 respostas a Seguro DPVAT nega indenização a rapaz tetraplégico

  1. Júnior disse:

    Provas concretas? o que mais eles precisam?
    Na hora de cobrar o DPVAT eles cobram, e o valor é exorbitante.
    Vergonha esse Brasil.

  2. luan disse:

    Precisam de provas mais concretas? Quer prova maior que o rapaz preso a uma cama? Misericórdia.

  3. Oberivan disse:

    Equipe responsável pelo pagamento do DPVT revejam essa situação pelo amor de Deus!

  4. nossa mae do ceu,o rapaz caiu de moto por culpa desses canalhas que nao arrumam as ruas como deveria ser arrumadas e vendo a situaçao do rapaz e mesmo assim negam o beneficio que por lei e obrigatorio…eu vo ti contar…que mundo e esse

  5. nossa muito triste isso,lamentavel isso para a familia nao e possivel,alguem tem que fazer algo para ajudar esse rapaz…doa a quem doer falo mesmo,pq eu ja cansei de ver tanta coisa de errado nessa cidade…

  6. Andrea disse:

    Gostaria de fazer uma visita ao jovem, alguém tem o telefone, para ser agendado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *