Obras da rodovia MGC-455 continuam abandonadas

(Imagem: Max Germano / TV Vitoriosa)

(Imagem: Max Germano / TV Vitoriosa)

As obras da rodovia MGC-455 entre Uberlândia e Campo Florido continuam abandonadas e alguns trechos sem asfalto. O governo paralisou a obra, mas as verbas para conclusão já foram enviadas.

As obras foram planejadas por meio de trabalhos políticos do ex-secretário Nárcio Rodrigues e do deputado Arnaldo Silva. Em 2010 o ex-governador de Minas, Antônio Anastasia, já havia ido até o local para dar o início das obras, que segundo ele estariam prontas até o início de 2011.

Anastasia

Anastasia dando início as obras em 2010. (Arquivo TV Vitoriosa)

O Governo Estadual havia destinado bilhões de reais para o andamento dos trabalhos na rodovia, mas não houve finalização, e algumas partes do trecho estão, inclusive, sem asfalto.

A MGC-455 foi incluída no programa de pavimentação asfáltica “Caminhos de Minas” a partir da reivindicação do deputado Luiz Humberto e do então prefeito Odelmo Leão (PP). As obras foram iniciadas e programadas para serem feitas em duas fases. Entretanto, ao assumir em 2015, o governador Fernando Pimentel (PT) interrompeu o programa e a obra foi paralisada.

Em nota, Arnaldo Silva informou que tem cobrado do governo de Minas a recuperação das rodovias do Triângulo Mineiro, e uma delas é a MGC-455. O parlamentar fez uma emenda à Lei Orçamentária Anual no fim do ano passado, para assegurar a retomada da obra no orçamento do estado. O deputado informou também que, por diversas vezes, cobrou, na comissão de fiscalização financeira e orçamentária da Assembleia, um posicionamento sobre as obras rodoviárias, e disse que continuará empenhado até que a via seja totalmente concluída.

O deputado Luiz Humberto Carneiro, do PSDB, em nota, informou que tem acompanhado e trabalhado para a realização da obra na MGC-455 desde o seu primeiro mandato. Segundo o parlamentar, apesar das negativas do governo estadual, ele continua cobrando a execução e a conclusão das obras de melhoria no trecho.

Informações por André Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *