Duas proprietárias de chácaras no Miranda I são multadas por corte ilegal de árvores

corte árvores mirandaA Polícia Militar Ambiental em patrulhamento pela reservatório da usina de Miranda, flagrou duas moradoras cortando árvores sem autorização. O local que o crime ocorreu foi nas Chácaras de Miranda I.

Durante a fiscalização ambiental, a guarnição Policial Militar Ambiental constaram que a proprietária de um imóvel rural, não tinha autorização do órgão competente para fazer o corte das 15 árvores.  Como a área não é de preservação permanente, a autora, de 43 anos de idade cometeu apenas uma infração administrativa, sendo lavrado auto infração (multa) no valor de R$ 1.246.

1corte árvores mirandaNo mesmo setor de chácaras outra autora, de 38 anos também foi autuada administrativamente no valor de R$ 1.079 pelo fato semelhante, sendo que essa segunda autora cortou 13 árvores também sem autorização do órgão competente.

A cada dia que passa as condições climáticas do planeta se agravam, e infelizmente ainda é comum ver atos como estes, que foram citados.  Essas atitudes causam desequilíbrio ao Meio Ambiente, pois a vegetação (árvores) é de suma importância para os homens e animais que habitam nossas matas, cada dia mais devastadas pelas ações impensadas das pessoas que insistem em destruir sem pensar nas consequências para presentes e futuras gerações“, afirma Sargento Eduardo Venâncio.

Por Polícia Militar Ambiental

4 respostas a Duas proprietárias de chácaras no Miranda I são multadas por corte ilegal de árvores

  1. eu nao concordo com o valor da multa nao,isso e muito serio,a multa tinha que ser mais,eles estao acabando com o meio ambiente,tinha que pregar a burracha no lombo dessas pessoas que fazem esse tipo de delito….

  2. com relaçao ao meio ambiente eu acho que a pena tinha ser rigida,eles acham que a natureza e brincadeira,mas nao e,se as arvores acabarem e a agua secar da fase da terra,ja era,era uma vez seres humanos..

  3. claudio disse:

    acho um absurdo, eu quero arborizar minha chacara e quem tem quer cortar, estes atos inconsequentes que contribuem para o aquecimento global.

  4. Pardal disse:

    Entendi que, ao se pedir autorização ambiental para corte de árvores, PAGANDO A TAXA RESPECTIVA, nesse caso o “infrator” passa a estar “de acordo com a lei” e, aí, pode cortar árvores que NÃO AGRIDE O MEIO AMBIENTE!
    É isso mesmo?
    Se for assim, o problema não está em agredir o meio biente, mas sim em satisfazer a saga da arrecadação de tributos.
    Resumindo: cortou sem pagar é agressão; se pagou, pode cortar arvore$$$ e mais arvore$$$- porque aí não há agre$$ão ao meio ambiente?!?!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *