Operação Tortuga prende quadrilha de estouros de caixas em Uberlândia, que agia em MG

tortuga 4A Polícia Militar e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), prenderam oito pessoas suspeitas de integrarem uma quadrilha de explosão de caixas eletrônicos e roubo de veículos, na madrugada deste sábado, 10.

A Operação Tortuga começou há três meses, e está na 3ª Fase. As investigações são sobre uma quadrilha de explosão de caixas eletrônicos e roubo de veículos em Uberlândia e em todo o estado de Minas Gerais.

A PM conseguiu informações que integrantes do grupo possuíam uma residência no Bairro Shopping Park, região sul de Uberlândia. Ao chegar na casa foi encontrado dois suspeitos, Willian Marques e Pablo Isaías.

tortuga 3 suspeitos

Suspeitos: Pablo (camisa verde), Willian (verde escuro) e Kênio (azul)

Produtos apreendidos

Produtos apreendidos

Na residência foram apreendidos um fuzil, placas clonadas de carros e uma pistola 9mm. A partir daí os militares conseguiram chegar ao terceiro suspeito Kênio Gonçalves.

Em Araxá uma mulher foi presa suspeita de ser integrante da quadrilha, Carina Rodrigues.

Suspeita de ser integrante da quadrilha em Araxá

Suspeita de ser integrante da quadrilha em Araxá

O grupo agia em todo o Estado de Minas Gerais. Em Uberlândia eles tinham quatro endereços, na tentativa de dificultar o serviço da polícia.

De acordo com PM eles se reuniam para combinar os locais que seriam realizados os ataques, de explosões a caixas eletrônicos em MG.

A ação da quadrilha era sempre violenta. Willian é apontado como chefe da organização criminosa. A PM ainda diz que em relatos dos suspeitos, o fuzil era utilizado para matar policiais e atacar companhias de polícia.

2ª Fase

Na 2ª fase da operação Tortuga 4 suspeitos já estão presos no Presídio Professor Jacy de Assis. Lucas Henrique Ribeiro, José Eraldo da Silva, Lucas Duarte de Oliveira, Diego Soares.

lucas henrique 1jose eraldo 1

Lucas duarte 1

 

diego soares 1

 

 

 

 

 

A quadrilha agia em conjunto em Uberlândia e Araxá e praticava roubos em várias cidades do estado. Os veículos roubados por eles eram guardados por um tempo, para não chamar atenção da polícia.

Após passar algum tempo que os veículos estavam guardados, eles clonavam as placas dos carros e vendiam, e planejavam um novo roubo. No total 8 pessoas já foram presas.9

 

Apreensões:
8 Armas sendo:
▪1 Fuzil 762 com silenciador e mira laser
▪ 1 Pistola Glock 9 mm automatica com 5 carregadores
▪1 PT 9mm Glock austríaca semi automática
▪1 Espingarda cal 12
▪1 PT 380
▪1 PT 9 mm
▪1 PT. 45
▪1 Rv. 38

8 veículos sendo:
▪VW JETTA
▪VW VOYAGE
▪VW GOLF
▪GM COBALT
▪FORD F-250
▪TOYOTA HILUX
▪YAMAHA XT 660
▪HYUNDAI I-30

4  celulares foram apreendidos.

Por Cássia Bomfim

2 respostas a Operação Tortuga prende quadrilha de estouros de caixas em Uberlândia, que agia em MG

  1. Dennys disse:

    Este ano ocorreu tantos roubos em caixas-eletrônicos na cidade e na região que SUSPEITAS recaem sobre as forças de segurança, com esta ação a Polícia vem demonstrar seu trabalho, os que forem culpados que paguem pelo que fizeram e que devolvam o patrimônio alheio.

  2. José Salvador disse:

    Parabéns a PM de Uberlândia por prender esses vababundos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *