PC tem até 10 de maio para concluir caso de desvio de dinheiro público em Ituiutaba

Imagem: reprodução TV Vitoriosa/Ronie Muniz

Imagem: reprodução TV Vitoriosa/Ronie Muniz

O juíz da II vara Cível de Ituiutaba concedeu medida cautelar ao pedido feito pelo executivo e bloqueou os bens de Washington Doniro. Entre eles a casa em que o servidor público vive localizada no Bairro Progresso e avaliada em cerca de R$700 mil. E

Ele é ex-diretor do departamento de recursos humanos da Secretaria da Fazenda e foi exonerado do cargo e afastado da função depois que a corregedoria do município descobriu que ele estava desviando dinheiro dos cofres públicos através da folha de pagamento dos servidores.

O esquema de superfaturamento foi denunciado pelo executivo que solicitou à Polícia Civil (PC) e à justiça que fossem abertos inquéritos civil e criminal para apurar a prática de ato lesivo.

A PC tem até o próximo dia 10 de maio para concluir o inquérito. A câmara dos vereadores também instaurou uma CPI para apurar o caso. A expectativa é que esta semana, servidores da Secretaria da Fazenda sejam convocados a dar explicações ao legislativo.

Com informações de Gabriela Ceschim

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *