Suspeito de chefiar máfia de ingressos é solto no Rio

BRAZILIAN POLICE ARRESTS CHIEF EXECUTIVE OF WORLD CUP TICKETING COMPANY

Raymond Whelan havia sido preso no hotel Copacabana Palace (foto: EPA)

O suposto chefe do esquema de venda ilegal de ingressos da Copa do Mundo de 2014 foi solto no Rio de Janeiro. O britânico Raymond Whelan é diretor executivo da Match, empresa ligada à Fifa que comercializa com exclusividade os bilhetes para patrocinadores do Mundial e havia sido preso pela polícia do Rio de Janeiro nesta segunda-feira, 7.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, os advogados de Whelan entraram com pedido de alvará de soltura, possibilitando que ele fosse solto na madrugada de hoje. O executivo havia sido preso no hotel Copacabana Palace, local escolhido como quartel general da Fifa durante da Copa do Mundo.

Os agentes da polícia encontraram com ele cerca de 100 entradas para partidas da Copa. Seria ele a ligação entre o grupo de cambistas e a Federação Internacional de Futebol.

O britânico teve registradas diversas conversas por telefone com o empresário argelino Mohamadou Lamina Fofana, que foi preso na semana passada ao lado de mais 10 pessoas durante a operação “Jules Rimet”, que investiga o esquema de ingressos. A participação de Whelan na quadrilha foi revelada pelo advogado José Massih, um dos detidos pela polícia.

Ansa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *