Homem mais velho do mundo morre aos 111 anos

 

Alexander Imich era polonês, mas vivia nos EUA desde 1951

Alexander Imich era polonês, mas vivia nos EUA desde 1951

Morreu ontem, 8, em Nova York o homem mais velho do mundo. Alexander Imich, pesquisador de origem polonesa, tinha 111 anos e havia obtido o título há apenas dois meses, quando seu antecessor, o italiano Arturo Licata, morreu em 24 de abril aos 111 anos e 357 dias. 

Imich nasceu em 4 de fevereiro de 1903 na Polônia. Após a invasão nazista ao país, fugiu para a União Soviética e em 1951 imigrou para os Estados Unidos. 

O doutor costumava atribuir o segredo de sua longevidade ao fato de não ter tido filhos, aos exercícios físicos, por ter sempre comido com moderação e nunca ter ingerido bebidas alcoólicas.

Fonte: Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *