Quase 500 mil eleitores escolhem prefeito e vereadores em Uberlândia

A movimentação de eleitores em Uberlândia começou logo que abriram as seções de votação. Em alguns pontos era possível ver filas antes mesmo das 8h em frente às escolas pontos de votação.

Os eleitores devem comparecer às urnas até 17h nas 1.360 seções, das cinco zonas eleitorais da cidade. Uberlândia conta com cinco candidatos a prefeito: Alexandre Andrade (PSB), Cida (PSOL), Gilberto Cunha (PSTU), o atual prefeito Gilmar Machado (PT) e deputado federal Odelmo Leão (PP).

Já para disputar as 27 cadeiras na Câmara Municipal são 686 candidatos a vereador. Dos atuais vereadores, 25 disputam a reeleição.

Na última eleição municipal Uberlândia contava com 444.656 eleitores e, em quatro anos, o eleitorado passou para 478.250 eleitores, ou seja, um crescimento de 7,55%.

As mulheres representam mais da metade dos eleitores, e a maior representatividade do eleitorado contempla a faixa etária de 45 a 59 anos.

O prefeito de Uberlândia e candidato à reeleição Gilmar Machado votou logo no início da manhã, às 8h, e foi o primeiro candidato a votar. Ele havia informado que votaria às 11h, momento em que falaria com a imprensa. Mas segundo a assessoria do candidato, ele decidiu antecipar, por motivos pessoais. Ele foi acompanhado da primeira-dama Rosângela Paniago Machado.

O candidato Alexandre Andrade (PSB) vota às 10h na Escola Estadual Joaquim Saraiva, no Bairro Saraiva.

Cida Machado (PSOL) votou às 9h30, na Escola Estadual Professor Leônidas de Castro Serras, no Luizote de Freitas. No mesmo local vota Gilberto Cunha, às 10h30.

O candidato Odelmo Leão chegou à urna às 10h30, na Escola Estadual de Uberlândia, na Praça Adolfo Fonseca, 141, no Centro.

Locais de votação

Quem ainda tiver dúvida sobre o local de votação deve acessar o site da Justiça Eleitoral ou ligar para o Disque-Eleitor pelos telefones 148 ou (31) 3291-0004.

Não precisa levar o título para votar, mas deve comparecer à seção eleitoral com um documento oficial de identificação com foto. Já nos casos de justificar a ausência no domicílio eleitoral, o eleitor deve apresentar o título ou algum comprovante de votação antigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *