Moradores pedem cancelamento do aumento dos salários de vereadores

O abaixo assinado já possui mais de 230 apoiadores. (Imagem: Patos Hoje)

O abaixo assinado já possui mais de 230 apoiadores. (Imagem: Patos Hoje)

“Não tem dinheiro para pagar quase nada”, essa foi a fala do Prefeito de Patos de Minas, Pedro Lucas, nesta terça-feira, 28. Mesmo com esta situação difícil, os vereadores reajustaram seus próprios salários em mais de 10%. Indignados com a atitude, os moradores estão se mobilizando para cancelar este aumento.

Um abaixo assinado na internet pede o cancelamento do aumento dos salários dos vereadores patenses, aprovado e sancionado em meio às comemorações do aniversário de Patos de Minas. O abaixo assinado já possui mais de 230 apoiadores. Ele segue rodando nas redes sociais e qualquer pessoa pode assinar. Clique aqui. Na carta, a criadora do movimento fala que não aceita este aumento.

Eles pretendem levar o documento até a Câmara Municipal na próxima reunião. E outras manifestações também já foram criadas. O Professor Omar, que foi um dos idealizadores do movimento para reduzir os salários antes da votação, falou que apoia totalmente o cancelamento do reajuste.

Para ele, a situação financeira do município como de todo o país não está em condições de arcar com um aumento deste tipo. “Fui um dos que criaram o movimento e hoje sou pessoa non grata na Câmara dos Vereadores”, afirmou. Outro que ajudou a criar o movimento foi o analista de sistemas José Neto Nunes Rodrigues.

José Neto informou que protocolou no último dia 16 na Câmara Municipal um abaixo assinado com cerca de mil assinaturas pedindo a redução dos salários dos parlamentares para 1 salário mínimo. “Nós decidimos por este valor para que gerasse um impacto e os vereadores se sensibilizassem com a situação do município. Eles não merecem ganhar R$ 10.109,28 e ainda votam na tocaia”, falou indignado.

Patos Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *