Temer afirma que acusações de delator são ‘levianas’

Michel Temer diz que acusações são levianasO presidente interino Michel Temer fez um pronunciamento nesta quinta-feira (16) em que se defendeu das acusações do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado de que teria pedido propina durante a campanha eleitoral para a prefeitura de São Paulo em 2012.
“Quero denunciar o quanto é leviano, irresponsável, mentirosa e criminosa as afirmações do senhor Sérgio Machado”, começou discursando o presidente interino. “Em primeiro lugar, eu falo que um ser humano. E ao falar como ser humano, quero falar à minha família, aos meus amigos e ao povo brasileiro que não deixarei passar em branco essas declarações levianas que mencionei. Quando alguns deixam passar em branco, eu não deixarei. Até porque devo revelar com palavras indignadas para registrar mais uma vez que essa leviandade não pode permanecer”, ressaltou.
Segundo Temer, “alguém que teria cometido aquele delito irresponsável”, citado por Machado, “não teria condições de comandar o país”.
Ainda em seu discurso, que não foi aberto para perguntas dos jornalistas, Temer ressaltou a “harmonia” entre os poderes Executivo e Legislativo para aprovar ações que “vão tirar o Brasil da profunda crise”. O peemedebista afirmou que “nada embaraçará nosso desejo, nossa missão, neste período em que eu esteja à frente da Presidência, nada impedirá que nós continuemos a trabalhar pelo povo brasileiro”.
Machado, que citou outros 19 políticos de situação e de oposição, afirma que Temer recebeu R$ 1,5 milhão em recursos ilícitos para a campanha eleitoral de Gabriel Chalita. O dinheiro viria em forma de “contratos” com a construtora Queiroz Galvão.

Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *