Luciano Coutinho alega sigilo bancário e se nega a falar sobre empréstimos

Imagem: EBC

Imagem: EBC

Alegando sigilo bancário, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse hoje – em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e na Comissão de Infraestrutura (CI) do Senado – estar impedido de divulgar dados referentes a empréstimos feitos pela instituição a empresas privadas.

“Se não cumprimos a lei e revelarmos [a informação], seremos potenciais objeto de uma ação, processo judicial ou multas”, disse.

As duas comissões (CAE e CI) realizam sessão conjunta para ouvir Coutinho sobre possíveis conexões entre empréstimos do BNDES e casos de corrupção na Petrobras, investigados pela Operação Lava Jato.

Luciano Coutinho disse que, no âmbito do BNDES, é “impossível” que qualquer área  adote uma decisão monocrática. “Todas as decisões importantes são tomadas por vários comitês. Há ainda uma diretoria de risco – que não faz parte do colegiado – que analisa todas as solicitações”, explicou.

Fonte: EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *