Fidel volta a criticar política dos EUA para Venezuela

 

Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, com Fidel Castro em Cuba (foto: EPA)

Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, com Fidel Castro em Cuba (foto: EPA)

Em mais uma mensagem de apoio ao governo venezuelano de Nicolás Maduro, o ex-presidente cubano Fidel Castro chamou de “insólita” a política dos Estados Unidos com o país latino-americano. “Como a imprensa tem divulgado, ocorrerá hoje, em Caracas, a Cúpula da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (Alba), a qual analisará a insólita política dos Estados Unidos contra a Venezuela”, escreveu Fidel em um artigo no jornal oficial Granma. “A Venezuela sempre declarou de forma precisa que está disposta a discutir de maneira pacífica e civilizada com o governo dos EUA, mas que nunca aceitará ameaças e imposições desse país”, afirmou Fidel. Ele também elogiou a “disciplina exemplar e espiritual” das Forças Armadas venezuelanas, as quais “nunca” darão apoio ao “imperialismo norte-americano”.

A Alba é uma entidade integracionista regional formada por cerca de 10 países e fundada por Fidel e pelo ex-presidente venezuelano Hugo Chávez em 2004. Nesta terça-feira, a capital venezuelana, Caracas, sediará uma cúpula do bloco na tentativa de obter o apoio de seus países-membros à crescente tensão bilateral com os EUA. No último dia 9, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, definiu a Venezuela como uma ameaça para a segurança nacional norte-americana e anunciou sanções contra sete funcionários venezuelanos. No dia seguinte, Fidel saiu em apoio a Caracas, chamando de “brutais” os planos de Washington para o país.

Fonte: Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *