Pimentel formaliza acordo para BH ser uma das cidades-sede das Olimpíadas

Manoel Marques/Imprensa MG

Manoel Marques/Imprensa MG

Belo Horizonte está credenciada a ser uma das cidades-sede do futebol durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Contrato neste sentido foi assinado pelo governador Fernando Pimentel e pelo presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, nesta segunda-feira (9/2), no Palácio Tiradentes, na capital.

Também participaram da solenidade o secretário de Estado de Esportes, Carlos Henrique, e o diretor executivo de Operações do Comitê Rio 2016, general Marco Aurélio Costa Vieira.

Fernando Pimentel, em seu pronunciamento, destacou que o contrato, além de prever a participação da capital mineira como uma das sedes dos jogos de futebol masculino e feminino, também credencia o Estado a receber delegações interessadas em se preparar para os Jogos em solo mineiro.

Minas Gerais possui 16 centros de treinamentos habilitados em nove cidades. As delegações da Grã-Bretanha e da Irlanda já confirmaram Belo Horizonte e Uberlândia, respectivamente, como locais de preparação.

“As Olimpíadas e as Paralimpíadas terão como principal foco o Rio de Janeiro. Mas há um transbordamento para outros Estados e nós queremos nos inserir também nesses eventos. Para Minas Gerais, vai ser um momento de projeção internacional. Então, queremos preparar a capital mineira para a melhor recepção possível”, disse Pimentel.

Importância histórica

Belo Horizonte está entre as quatro capitais credenciadas para receber jogos de futebol olímpico, fora do Rio. As demais são Brasília, São Paulo e Salvador. Para o presidente do COB, Carlos Nuzman, Minas Gerais tem importância histórica no esporte brasileiro.

“Minas tem um dos melhores estádios do Brasil, tem uma enorme contribuição ao futebol brasileiro, além de ter dois dos melhores clubes do país: o Atlético Mineiro e o Cruzeiro”, afirmou.

De acordo com o dirigente, a definição quanto à realização de jogos a serem disputados no Estádio Mineirão dependerá da Fifa, responsável pela organização das chaves e dos grupos dos torneios de futebol.

Governo de Minas, conforme prevê o contrato, irá nomear representante oficial do Estado para conduzir o processo e formar um grupo de trabalho destinado ao planejamento e condução das futuras operações do torneio.

Fonte: Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *