EUA acusa Rússia de violar tratado de controle de armas

 

A posição de Washington já teria sido expressa à Rússia através de um comunicado de Obama a Putin (EPA)

A posição de Washington já teria sido expressa à Rússia através de um comunicado de Obama a Putin (EPA)

O jornal “The New York Times” publicou nesta terça-feira (29) que o governo dos Estados Unidos acredita que a Rússia violou um tratado sobre controle de armas, ao testar um míssil do tipo cruzeiro. O jornal cita um representante do governo, segundo o qual a posição de Washington já teria sido expressa à Rússia através de um comunicado assinado pelo presidente Barack Obama ao líder Vladimir Putin.

“Os EUA concluíram que a Rússia está violando as obrigações previstas no tratado”, assinado pelo presidente norte-americano Ronald Reagan e pelo russo Mikahil Gorbaciov em 1987, o qual prevê “não produzir ou testar míssil cruzeiro com capacidade de 500 a 5.500 quilômetros”, informou o jornal. O acordo leva o nome de Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio (The Intermediate-Range Nuclear Forces Treaty, “INF”, na sigla em inglês). De acordo com funcionários de alto-escalão do governo dos EUA, a Rússia começou a testar este tipo de míssil em 2008 e a administração Obama concluiu em 2011 que a atitude representava uma violação ao acordo.

Fonte: Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *