Brasil e França discutem as formas de trabalho de qualidade

Manoel Dias ressaltou as políticas de combate ao trabalho infantil e escravo implementadas pelo Brasil

Manoel Dias ressaltou as políticas de combate ao trabalho infantil e escravo implementadas pelo Brasil

Na manhã desta quinta-feira (5), em Paris (FRA), os ministros do Trabalho  do Brasil e da França, Manoel Dias e François Rebsamen, respectivamente, se reuniram para tratar da importância da promoção de empregos de qualidade enfatizando o papel da aprendizagem, da formação profissional e do emprego para os jovens.

No encontro, Manoel Dias destacou o “legado positivo” que será deixado pela Copa do Mundo da FIFA 2014, no Brasil, por meio dos investimentos em infra-estrutura e mobilidade urbana, “que terão impacto direto no mundo do trabalho, permitindo o surgimento de novos e melhores empregos”, avaliou.

Ao defender a promoção do trabalho decente, Manoel Dias ressaltou as políticas de combate ao trabalho infantil e escravo implementadas pelo Brasil.

O ministro francês saudou as iniciativas brasileiras a favor do trabalho decente ressaltando que o trabalho forçado “não é um desafio exclusivo do mundo em desenvolvimento”. Segundo Rebsamen, as migrações na Europa trazem novos desafios de combate à exploração da força de trabalho.

E, ao afirmar que o “círculo virtuoso” da geração de emprego no Brasil “é muito importante para todo o mundo”, Rebsamen qualificou como sendo “uma ação de justiça social para com os brasileiros” as políticas públicas de Trabalho e Renda desenvolvidas pelo MTE.

Os ministros concordaram sobre a necessidade de continuarem a aumentar esforços para a eliminação de todas as formas de trabalho forçado e decidiram intensificar o diálogo e a cooperação – por meio de intercâmbio de experiências – a fim de melhorar a qualidade dos empregos em ambos os países.

Fonte:
Ministério do Trabalho e Emprego

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *