Câmara instala comissão externa para investigar Petrobras

 

Ainda sem a confirmação oficial do número mínimo de assinaturas para instalação de uma comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) para investigar denúncias de irregularidades na Petrobras, a Câmara dos Deputados instalou hoje (2) a comissão externa que vai investigar se funcionários da estatal receberam propina da empresa holandesa SBM Offshore, que aluga plataformas flutuantes a companhias petrolíferas. Os nove deputados integrantes da comissão vão se reunir, pela primeira vez terça-feira (8) para definir o cronograma de trabalho e preparar um relatório sobre o caso.

 

Indicado pela Mesa Diretora da Casa para coordenar a comissão, o deputado Maurício Quintella Lessa (PR-AL) antecipou que o primeiro passo deve ser o pedido de informações aos órgãos que já estão investigandos as denúncias, como Tribunal de Contas da União (TCU), a Controladoria-Geral da União (CGU), o Ministério Público do Brasil e o da Holanda.

 

“Vamos fazer visitas pessoais e encaminhar os pedidos de informações. Não acredito que órgãos que já avançaram vão negar informação para uma comissão da Câmara”, disse Quintella Lessa. Segundo ele, não há prazo para conclusão dos trabalhos. De acordo com o Regimento da Câmara, as comissões externas não têm data para terminar.

Agência Brasil

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *