Chancelaria chinesa condena ataque à embaixada do país em Damasco

China's Vice Finance Minister Zhu Guangyao attends a briefing at the G20 Summit in Strelna near St. PetersburgO porta-voz da chancelaria chinesa, Hong Lei, disse nesta segunda-feira (30) que está em choque devido ao ataque à embaixada chinesa em Damasco, na Síria, e condenou o ocorrido. Uma bomba atingiu a embaixada no início do dia (por volta das 11h locais, 5h em Brasília), danificou paredes e quebrou janelas, deixando ferido um funcionário.

Em comunicado, Hong informou que a China fez um apelo veemente às partes envolvidas a respeitar a Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas e tomar medidas concretas para garantir a segurança de todas as organizações diplomáticas e de pessoal.

Ele disse que a China reiterou o apelo para um cessar-fogo imediato, para o fim da violência na Síria e para diálogos que deem fim à crise no país, com a restauração da paz e da estabilidade nacional.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *