Embaixador dos EUA discutie novo status de Snowden

Embaixador dos Estados Unidos discutiu novo status de Snowden com a RússiaO embaixador dos Estados Unidos em Moscou, Michael McFaul, e o principal assessor diplomático da Presidência russa, Iuri Ushakov, discutiram nesta sexta-feira (2) o “novo status” de Edward Snowden, informou a embaixada norte-americana.

“[Eles] discutiram a redução das armas nucleares, a defesa antimíssil, a [situação na] Síria, o comércio, os direitos humanos e o novo status do senhor Snowden”, escreveu a embaixada em sua página oficial no Twitter – rede social da internet -, um dia depois de o ex-consultor norte-americano ter obtido asilo temporário na Rússia.

Snowden deixou ontem (1º) o Aeroporto Internacional de Moscou, onde estava há mais de um mês e pode permanecer na Rússia durante um ano, conforme informou seu advogado russo, Anatoli Kucherena. Segundo o advogado, Snowden já tem onde viver, um “local seguro”, e a sua localização não será divulgada por razões de segurança.

Os Estados Unidos reagiram com a declaração que o governo do país está “extremamente desiludido” com a decisão russa.“Estamos extremamente desiludidos com o fato de o governo russo ter tomado esta decisão, apesar dos nossos pedidos muito claros e legais, em público e em privado, de que Snowden fosse expulso para os Estados Unidos para responder às acusações de que é objeto”, disse o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney.

Acusado de espionagem pelos Estados Unidos, Snowden chegou a Moscou em 23 de junho, proveniente de Hong Kong, para onde tinha viajado depois de abandonar o emprego em uma empresa terceirizada que prestava serviço à Agência Nacional de Segurança(NSA), no Havaí.

Em Hong Kong, em uma entrevista ao jornal britânico The Guardian, revelou um programa de vigilância em massa de comunicações telefônicas e via internet.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *