TJMG rejeita recurso de Marcos Montes, acusado de improbidade administrativa

uipi_-_marcos_montes_-_site_demUBERABA, TRIÂNGULO MINEIRO – O Tribunal de Justiça de Minas Gerais publicou na última segunda-feira (17), que por dois votos a um, manteve a condenação em primeiro grau do deputado federal Marcos Montes (DEM), por improbidade administrativa.

Segundo o processo, quando Marcos Montes ainda era o prefeito de Uberaba, ele teria contratado a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Brasil Central (Adebrac), sem licitação, para elaborar projetos técnicos e de planos de trabalho, enquadrados de acordo com a sistemática dos respectivos órgãos governamentais.

Marcos Montes e o ex-Procurador Geral, Paulo Salge, foram condenados, em primeira instância, a ressarcir a prefeitura de Uberaba de todo valor pago a Abebrac, e também de receber benefícios e incentivos fiscais.

O deputado também foi multado o equivalente a duas vezes o valor do dano e nas custas processuais.

O Ministério Público pediu ainda a perda da função pública e suspensão dos direitos políticos de Marcos Montes e Paulo Salge, pelo período de oito anos.

Redação Uipi! / Sílvio Azevedo
Fonte: Jornal da Manhã / Uberaba
Imagem: Site Democratas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *