Marina Silva tende a ser o fiel da balança

marina-silva-268x300BRASÍLIA – O candidato à presidência José Serra precisa tomar cuidado com a concorrente Marina Silva, do PV, que não tem chance real de vencer a corrida, mas pode embolar o meio-de-campo a favor da candidata petista Dilma Rousseff.
A ex-seringueira, ex-senadora e ex-ministra do Meio-Ambiente, auxiliar pessoal de Chico Mendes – “mártir da Amazônia”, tem discurso forte, que surpreende aqueles que nada esperam de sua figura aparentemente frágil, quando defende suas idéias de busca de alternativas de mudanças e de um desenvolvimento sustentável para o Brasil, itens pouco explorados por José Serra e Dilma.
Marina estava sufocada pela pré-candidatura de Ciro Gomes, recebendo percentuais em média de 8% nas pesquisas de opinião. Com a saída de Ciro e a polarização entre Serra e Dilma, ela tende a ser uma espécie de fiel-da-balança da campanha, principalmente em relação ao segundo turno.
Em sondagem informal de opinião que o Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo e do Tribunal de Contas da União – Sindilegis – vem realizando, José Serra aparece em primeiro lugar, com 42,80%, Marina Silva com 34,40% e Dilma atrás com 22,80%.
Considerando-se que o universo pesquisado é aberto e o site do Sindilegis é mais visitado por servidores públicos, que recebem bons salários e têm elevado nível de politização, o resultado não parece muito distante do que ocorrerá no País nesse segmento social de classe média.
Somadas, as intenções em Marina e Dilma chegam a 57,2%, o que é um dado significativo para um eventual segundo turno, quando Marina, sem fugir ao seu carma petista, seguramente se inclinaria a favor de Dilma. Portanto, José Serra tem que abrir o olho com Marina Silva, que agora passa a ser um fantasma em potencial para um segundo turno entre Serra e Dilma, que, certamente, acontecerá.

 

Fonte: ABN News/ Texto: Feichas Martins, articulista colaborador da agência de notícias ABN NEWS/ Imagem:  Folha Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *