Força Nacional vai ajudar no combate a homicídios nas fronteiras do Pais

Ministro não entrou em detalhes sobre como devem funcionar as operações na região de fronteira.

Ministro não entrou em detalhes sobre como devem funcionar as operações na região de fronteira.

O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, pretende fortalecer a Força Nacional de Segurança Pública e aplicá-la de forma proativa para a redução de homicídios e enfrentamento a crimes transnacionais na faixa de fronteira.

A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira, 10, em Brasília, durante o encerramento da Instrução de Nivelamento de Conhecimento para integrantes da Força.

O ministro disse que finaliza um plano nacional de redução de homicídios, assim como um projeto de fronteiras seguras e que espera poder contar com a Força Nacional para realizar operações conjuntas. “Pretendemos ter em torno de sete mil profissionais todos os meses para a Força Nacional, para que nós possamos, de forma mais concreta, atuar proativamente, não só reativamente, de forma integrada com outros órgãos”, destacou Moraes, sem antecipar como se darão as operações.

Moraes ainda elogiou o desempenho da Força Nacional durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. “Foi a Força Nacional que garantiu a segurança em cada um dos locais onde ocorreram os Jogos. Isso foi muito importante para a imagem do Brasil e da Força”, frisou. Também participaram da solenidade o secretário nacional de Segurança Pública, Celso Perioli, e o diretor da Força Nacional, tenente coronel Alexandre Aragon.

A Força

A Força Nacional de Segurança Pública é um programa de cooperação federativa coordenado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Cidadania (Senasp/MJC) para prestar auxílio de segurança pública em qualquer ponto do Brasil, com apoio de efetivo dos 26 estados e do Distrito Federal.

A equipe é composta por policiais militares, policiais civis, bombeiros militares e peritos de todo o País. As equipes desenvolvem operações em apoio à segurança pública de estados e Distrito Federal, dos tipos mais diversos. Após o período de serviço na Força Nacional todos retornam aos seus estados.

Portal Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *