Justiça absolve agrônomo acusado de estupros em Patos de Minas

Ao sair a rua e perceber a presença dos pais e da esposa, ele não conseguiu conter a emoção. (Imagem: Patos Hoje)

Ao sair a rua e perceber a presença dos pais e da esposa, ele não conseguiu conter a emoção. (Imagem: Patos Hoje)

A justiça absolveu e mandou liberar o agrônomo Renan de Carvalho Oliveira Gomes, que tinha sido acusado de vários estupros em Patos de Minas. Ele estava preso desde janeiro deste ano e aguarda apenas uma documentação final para deixar o Presídio Sebastião Sátiro, onde ficou por cerca de seis meses.

Renan estava preso desde janeiro deste ano, acusado de três estupros e foi liberado na sexta-feira, 29. A prisão convertida em preventiva pela justiça foi com base no depoimento das vítimas que o reconhecerem enfaticamente. Roupas, cordas e uma pick up que estavam na casa dele também foram reconhecidas. A Polícia Civil (PC) ainda usou outros tipos de provas como porte físico e educação nas conversas para fazer a acusação.

Desde a prisão, ele negava os crimes. Ele foi absolvido por falta de provas. Não se sabe se a prisão do religioso Fábio Martins Pereira, conhecido como “Bin”, teria influenciado na sentença.

Patos Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *