Advogado recebe carta-bomba no escritório e perde três dedos, em GO

Walmir de Oliveira da Cunha recebeu correspondência na sexta-feira, 15

Walmir de Oliveira da Cunha recebeu correspondência na sexta-feira, 15

Passa bem o advogado Walmir de Oliveira da Cunha, que foi vítima de uma carta-bomba na sexta-feira, 15/7, em Goiânia. Cunha perdeu três dedos e foi operado ontem, 16, no Hospital de Urgências de Goiás (Hugo). Ele não corre risco de morte. Com a explosão, a recepção de seu escritório foi bastante avariada.

De acordo com entrevista à imprensa, o presidente da OAB da cidade informou que ele corre o risco de perder a mão esquerda. “Walmir de Oliveira da Cunha é um atuante advogado na área do Direito Agrário e sempre se pautou na conduta ética em suas ações”, disse a OAB-GO.

Advogado recebe carta-bomba e perde 3 dedos em Goiás 2A Polícia Civil (PC) está investigando o caso para saber quem é o autor e o entregador da encomenda. A entrega, segundo a Polícia Militar (PM), foi feita por um mototaxista às 17h30. A secretária do escritório disse à PM que a carta fazia o barulho igual ao de um relógio.

Mais tarde a perícia verificou que havia mais explosivos no escritório do advogado, localizado na Rua 15, no Setor Marista. A rua foi interditada para o trânsito de veículos e pessoas durante o trabalho do esquadrão anti-bomba para desativar as bombas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *