Polícia Civil apresenta acusado de matar cantor de rap

A Polícia Civil apresentou na manhã desta sexta-feira (03) um dos três autores do assassinato do cantor de rap Vander da Silva Matheus. (Imagem: Patos Hoje)

A Polícia Civil apresentou na manhã desta sexta-feira, 3, um dos três autores do assassinato do cantor de rap Vander da Silva Matheus. (Imagem: Patos Hoje)

O crime aconteceu no dia 12 de fevereiro deste ano no bairro Jardim Esperança. Vander da Silva Matheus, de 38 anos, conhecido como Vandão, estava na porta da casa da mãe lavando o carro quando os atiradores se aproximaram e efetuaram diversos disparos. O cantor de rap chegou a ser socorrido pelo Samu, mas com pelo menos sete perfurações pelo corpo, não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

Segundo o delegado de crimes contra a pessoa, Érico Rodovalho, as investigações apontaram para três autores. Luiz Henrique Pinto, de 18 anos, apresentado nesta manhã e o adolescente de 17 anos foram os autores dos disparos. Luiz portava uma pistola 9mm e o adolescente estava armado com um revólver calibre 38. Os dois chegaram de bicicleta e atiraram diversas vezes.

Segundo o delegado Érico Rodovalho, o crime ainda teve um terceiro autor. Wesley dos Reis Lima permaneceu nas imediações e atuou como olheiro no crime. Ele já se encontra recolhido no Presídio Sebastião Satiro por outros crimes. O assassinato do cantor Vandão teria sido motivado por desavenças anteriores.

Dias antes do crime, o adolescente teria sido esfaqueado pelo filho de Vandão, tornando inimigo da família. Durante a apresentação, Luiz mostrou marcas de disparos de arma de fogo pelo corpo que teriam sido efetuados pelo próprio cantor. Ele disse que vinha sendo ameaçado e que matou para não morrer. Com relação ao incêndio na casa ocupada pelo cantor, Luiz negou.

Embora tenha negado participação no crime, a polícia conseguiu junto a Justiça um mandado de internação para o adolescente. Luiz Henrique também teve a prisão decretada e será encaminhado para o Presídio Sebastião Satiro.

Segundo o delegado Érico Rodovalho, Patos de Minas teve oito homicídios este ano, sendo que, com a prisão de Luiz e do adolescente, seis já estão elucidados e com inquérito concluído. Outros dois homicídios continuam sendo investigados.

Patos Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *