Mulheres-bomba atacam campo de refugiados na Nigéria

Uipi NotíciasAo menos 65 pessoas morreram e outras 150 ficaram feridas em dois atentados suicidas em um acampamento de refugiados na cidade de Dikwa, na Nigéria. De acordo com a imprensa local, os ataques ocorreram no fim da tarde de ontem (9) e teriam sido praticados pelo grupo extremista Boko Haram, que atua no país e defende a instituição da sharia (lei islâmica). A organização é filiada ao Estado Islâmico (EI, ex-Isis), na tentativa de estabelecer uma nação islâmica.

    Equipes de resgate disseram que duas mulheres cometeram os ataques suicidas e se explodiram em um campo de refugiados que presta assistência a 50 mil pessoas e fica a cerca de 90 de Maiduguri, a principal cidade do estado de Borno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *