Suspeita de matar mãe adotiva envenenada é presa em BH

Suspeita de matar a mãe adotivaFoi presa pela Polícia Civil de Belo Horizonte-MG a mulher suspeita de matar a mãe adotiva, envenenada por chumbinho. O corpo da vítima foi encontrado escondido no banheiro da casa dela, no Bairro Salgado Filho.

A Polícia foi acionada depois que familiares desconfiaram da versão de Aparecida Jordão de Carvalho, de 47 anos, para a morte da mãe Adeir dos Anjos da Costa de Carvalho, de 84 anos. A idosa foi encontrada morta dentro do banheiro e segundo Aparecida, teria sido de causas naturais.

No entanto, a morte ocorreu na terça-feira, 14, e só foi descoberta no dia seguinte ao fato. Quando a PC chegou, Aparecida que a mãe havia consumido chumbinho (produto utilizado para matar ratos), acidentalmente, e que o corpo estava no interior da residência.

A suspeita já tinha extenso histórico de maus tratos contra Adeir, além de se apropriar indevidamente da aposentadoria recebida pela mãe. Aparecida irá responder por homicídio, tendo como qualificadores o motivo torpe, o feminicídio e o emprego de veneno, além do crime de ocultação de cadáver. 

 O crime

Segundo Aparecida, a casa da mãe estava infestada de ratos. Por essa razão, ela teria moído pequena quantidade de chumbinho e o colocado em um pedaço de queijo, isca deixada sobre a mesa. Aparecida e Adeir moravam em residências construídas em um mesmo lote.

Na noite de segunda-feira, Adeir disse alegou fortes dores no estômago. Foi quando a mulher percebeu que a mãe havia consumido o queijo com veneno. Após a morte de Adeir, Aparecida teria ainda limpado o corpo da vítima e o escondido em um banheiro que estava em reforma. Ela colocou roupas e caixas em frente à porta do cômodo. 

Ela diz não ter acionado socorro médico por medo, já que tem denúncias de maus tratos. A intenção era ganhar tempo até conseguir um advogado. 

Para o delegado Delmes Rodrigues, Aparecida foi negligente ao não acionar atendimento médico quando percebeu que a mãe havia consumido o veneno. O fato de ela ter banhado o corpo da mãe deve-se, sobretudo, aos efeitos causados pela ingestão da substância tóxica, que pode provocar sudorese, vômito e diarreia.

Uma resposta a Suspeita de matar mãe adotiva envenenada é presa em BH

  1. NOSSA ESTOU INDIGNADA ! COMO PODE EXISTE PESSOAS ASSIM? FICO ME PERGUNTANDO O QUE PASSA NA MENTE DELAS PARA QUE ELAS FAZEM O QUE FAZEM CONTRA OUTRAS PESSOAS QUE O DIZ QUE AMA . ISSO É REALMENTE TRISTE 🙁 PARA MIM ESSAS PESSOAS TEM QUE MORRE NA CADEIA! POR QUE LUGAR DE ASSASSINO NÃO TEM OUTRO LUGAR …. E SÓ LÁ MESMO ! DEUS TOMA CONTA DESSAS PESSOAS . ELAS VÃO PAGAR TÃO CARO PARA DEUS .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *