Quadrilha realizava fraudes a beneficiários previdenciários

policia federalA Polícia Federal, em ação conjunta com o Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal, deflagrou hoje (22) a operação Cérbero*, com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em fraudar benefícios de aposentadoria e pensão por morte, na cidade de Lagarto/SE. Estima-se que o prejuízo é de aproximadamente R$ 1 milhão, podendo esse valor ser superado em razão da continuidade das investigações.

Foram cumpridos 02 mandados de prisão preventiva, 05 mandados de busca e apreensão e 01 medida cautelar. A operação contou com a participação de 40 Policiais Federais e 12 servidores do Ministério da Previdência Social.

A quadrilha, que vinha atuando pelo menos desde 2013, era formada pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lagarto, um intermediário e uma servidora da Previdência Social de Lagarto. Em nome das pessoas beneficiadas constam até 04 benefícios indeferidos na via administrativa e até na via judicial. A grande maioria dos benefícios tem empréstimo consignado com valor entre R$ 5.000 e R$ 8.000, logo após a concessão, para pagamento aos mentores da fraude.

Os envolvidos serão indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário e associação criminosa.

*A operação foi denominada CÉRBERO em alusão ao cachorro de três cabeças da mitologia grega.

Polícia Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *