Tribunal egípcio condena Mohamed Mursi à morte

Foto: EPA

Foto: EPA

O ex-presidente egípcio Mohamed Morsi foi condenado à morte neste sábado (16) por ter fugido do presídio de Wadi el Natroun em janeiro de 2011.

A decisão foi tomada pelo Tribunal do Cairo e agora precisará passar pela aprovação do mufti, autoridade religiosa máxima. No dia 2 de junho, será anunciado o destino do ex-ditador.

Morsi escapou da mesma pena no caso de espionagem em favor do Hamas – no qual outras 15 pessoas foram condenadas à morte. No mês passado, o ex-líder egípcio já havia sido condenado, em primeiro grau, a 20 anos de reclusão pela repressão de uma manifestação no palácio presidencial em dezembro de 2012.

Fonte: Ansa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *