Preso suspeito de matar mulher com 12 facadas em MG

 

Divulgação: PC

Divulgação: PC

A equipe de policiais do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios Leste, prendeu um dos autores do assassinato de Silvana Elisabeth de Siqueira, de 35 anos. A vítima foi morta a golpes de faca, no dia 26 de agosto do ano passado, no Bairro Paulo VI, na Região Leste de BH.

Jardeson Clésio Rodrigues da Silva, de 22 anos, apontado como um dos responsáveis pelo crime, foi preso no dia 17 deste mês. O outro suspeito, Marco Túlio Pereira dos Santos Flores, de 28, continua foragido. 

A vítima, que não tinha histórico criminal, foi morta em um bar, de propriedade dos suspeitos, ao tentar apartar uma briga entre Jardeson e a namorada. O suspeito não permitia que a companheira visitasse os pais, motivo de conflito entre o casal. Na noite do crime, Jardeson e a namorada iniciaram uma discussão que evoluiu para agressões físicas contra a jovem. Diante da cena, Silvana interveio na briga do casal, o que não agradou Jardeson. 

Pouco tempo depois da discussão, o suspeito fechou as portas do bar, se armou com uma faca que estava no balcão e colocou fichas em uma máquina de música, em volume alto. Nesse momento, Jardeson atacou Silvana pelas costas, atingindo-a com um golpe de faca no pescoço. Marco Túlio ainda tentou segurar Jardeson, mas o liberou quando a vítima ameaçou chamar a polícia. Silvana foi então golpeada por mais 11 vezes. Na pressa de fugir do local do crime, os suspeitos deixaram os documentos de identidade no bar.

De acordo com o delegado Emerson Morais, que coordenou as investigações, Marco Túlio aderiu à conduta do autor do delito colaborando de forma determinante para o desfecho do fato. Por esse motivo, ele também irá responder pelo crime de homicídio. Jardeson teve sua prisão temporária decretada e encontra-se no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Vespasiano.

Fonte: Polícia Civil

Uma resposta a Preso suspeito de matar mulher com 12 facadas em MG

  1. Cleidiane lucia siqueira disse:

    Sinceramente nao tenho palavras para expressar tamanha crueldade.. Esse cara e um psicopata e sinceramente a morte para ele ainda e muito pouco..! Lagrimas de saudade escorrem, ainda mais quando penso que ela nao voltara.. Digo que ela era uma grande mulher e com o coracao bondoso, era amiga e com certeza muito familia.. Nao merecia esse essa tamanha covardia! espero que a mae desse canalha e dos outros envolvidos nao sinta oque estamos sentindo. Pra finalizar quero parabenizar a policia civil em especial ao senhor Emerson moraes e aos militares que fizerao um exelente trabalho amenizando um pouco da dor dos amigos e familiares. Sou irma dela e ainda nao consigo acreditar que ela se foi dessa forma, mas Deus sabe de todas as coisas. Saudade que nao passa e que ta me matando.!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *