Jovem é assassinada em MG por negar colaboração com o tráfico de drogas

Jovem é assassinada por não colaborar com o tráficoA Polícia Civil, por meio do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), representou pela prisão de Ramon Freitas Oliveira, de 20 anos, apontado como responsável pelo assassinato de Ana Carolina Gomes Batista, de 18.  A jovem foi executada na porta de casa, no Bairro Nazaré, Região Leste de Belo Horizonte. O crime ocorreu no dia 29 de maio de 2012.

De acordo com as investigações conduzidas pelo delegado Emerson Morais, a vítima, sem histórico criminal, foi executada por não permitir que o primo, parceiro de Ramon no tráfico, guardasse drogas em sua casa. Os primos moravam na mesma residência, junto à família de Ana Carolina.

Inconformado com a recusa da jovem, Ramon passou a monitorar a rotina de Ana Carolina, a fim de identificar o melhor momento para a execução do crime. Ela foi assassinada, enquanto ouvia música pelo celular, em frente ao portão da casa onde morava. A vítima foi atingida por cinco disparos de arma de fogo, sendo quatro no peito e um na cabeça, quando Ana Carolina já estava caída. Na ocasião do crime, um irmão de Ramon, adolescente, tentou assumir a autoria do homicídio, hipótese descartada pela Polícia.

O delegado Emerson Morais ressalta que as investigações foram dificultadas pelo fato de as testemunhas terem medo de falar sobre o assassinato. Após a prisão em flagrante de Ramon, em razão de roubo cometido pelo suspeito, em fevereiro deste ano, as testemunhas foram encorajadas a relatar os fatos referentes ao homicídio de Ana Carolina.

Fonte: PM MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *