Força de Pacificação inicia desocupação do Complexo da Maré (RJ)

Imagem: Portal Brasil

Imagem: Portal Brasil

As Forças Armadas iniciarão, nesta quarta-feira (1º), a desocupação da área de 7 km²  que compõe o Complexo da Maré (RJ). O processo de retirada dos militares será concluído em 30 de junho, quando as organizações de segurança pública fluminenses reassumirão a responsabilidade integral pela localidade, onde vivem aproximadamente 140 mil pessoas.

As comunidades de Roquete Pinto e Praia de Ramos serão as primeiras a serem entregues ao governo do Rio de Janeiro. De acordo com o Chefe de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, almirante Ademir Sobrinho, o atual efetivo de 3,3 mil militares empregado na Operação será reduzido em um quarto até o final de abril.

Já a partir de 1º de maio, as comunidades de Parque União, Parque Rubens Vaz, Nova Holanda e Parque Maré serão desocupadas pela Força de Pacificação. As demais localidades serão devolvidas ao controle das organizações de segurança pública do estado do Rio até o dia 30 de junho, data oficial de encerramento da operação.

O documento formalizando o cronograma de conclusão da operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi enviado pelo governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando “Pezão” de Souza, à Presidência da República no último dia 25 de março. O ofício do Palácio do Planalto chegou ao Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA) na segunda-feira (30).

Fonte: Portal Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *