PF apreende cerca de 60 kg de drogas e prende nove em Guarulhos

Imagem: Wikpédia

Imagem: Wikpédia

A Polícia Federal (PF) prendeu nove passageiros na última semana, oito deles com drogas, sendo mais de 50 Kg de cocaína e cerca de seis quilos de anfetamina.

Foram efetuadas duas prisões na sexta-feira (6), duas no sábado (7), três no domingo (8) e uma hoje (9), sendo que 6 prisões ocorreram com a utilização de cães farejadores no saguão do aeroporto e nos canais de inspeção.

Na sexta-feira (6) policiais federais que atuam com o auxílio de cães farejadores se aproximaram de uma passageira que se encontrava no balcão do check-in tentando despachar suas bagagens. A mulher, uma cabo-verdiana de 48 anos de idade, iria embarcar em voo com destino a São Tomé e Príncipe e escala em Lisboa/Portugal. Ao se aproximarem da mulher o animal indicou aos policiais a existência de algo suspeito no interior de sua bagagem. Ela foi conduzida à delegacia para que, na presença de testemunhas, fosse efetuada busca pessoal e revista das malas. Dentro das bagagens foram encontrados 392 prumos de centro utilizados na construção civil pesando mais de 75 Kg que, depois de periciados, revelaram conter em seu interior 25 Kg de cocaína. A mulher foi presa em flagrante.

Momentos após esta prisão os policiais federais caminhavam com os cães ao lado da fila do check-in quando, ao se aproximar de dois passageiros que conversavam, o animal indicou a existência de algo suspeito com um deles. Os homens foram separados e o animal ao passar pelo outro passageiro também indicou existir algo suspeito com ele. Ambos foram conduzidos à delegacia para busca pessoal e revista das bagagens, na presença de testemunhas. Com um dos passageiros, um nigeriano de 24 anos de idade que havia ingressado no Brasil em julho de 2014 com pedido de refúgio, foram encontrados, atados em suas pernas, dois volumes envoltos em esparadrapos contendo cerca de 3 Kg de cocaína. Com o outro homem também de nacionalidade nigeriana e 32 anos de idade, foi encontrada sob suas vestes, uma bermuda contendo mais de 5 Kg de cocaína. Ele também havia ingressado no Brasil como refugiado em julho de 2013. Ambos foram presos em flagrante.

No sábado (7) em vôo procedente de Miami/EUA, um brasileiro de 44 anos de idade foi preso ao tentar desembarcar trazendo consigo 5 kits de equipamentos para mamografia e uma grande quantidade de medicamentos para tratamento de câncer e suplementos vitamínicos. Ele tentou passar pelos canais da Receita Federal sem declarar o conteúdo de suas bagagens e sem possuir as autorizações legais para a importação destes produtos. Os policiais federais foram acionados e conduziram o homem à delegacia. Em seu depoimento o homem disse que estava trazendo estas encomendas para um médico e para sua irmã. Ele foi preso e posteriormente liberado após pagamento de fiança, devendo responder em liberdade pelo crime de contrabando.

Ainda no sábado, em vôo com destino a Doha/Catar um sueco, de 51 anos de idade, foi preso ao tentar embarcar com mais de 2 Kg de cocaína escondidos em fundos falsos de sua bagagem de mão. Os policiais federais foram acionados pelo funcionário que operam o raio-x para que analisassem as imagens de um volume suspeito. Os policiais após analisarem as imagens decidiram abrir a mala para verificar seu conteúdo. O material suspeito foi encontrado em um fundo falso e, após periciado, foi identificado como cocaína. O homem foi preso.

No domingo (8) um passageiro natural da Nigéria iria embarcar em vôo com destino a Enugu/Nigéria e escala em Addis Ababa/Etiópia, quando foi abordado por policiais federais após o cão farejador dar alerta de algo suspeito em suas bagagens de mão. O homem se encontrava no canal de inspeção para efetuar a imigração. Seus pertences foram analisados através do raio-x onde se verificou a existência de substância orgânica em um fundo falso da mala. Na delegacia, após os exames periciais, foi encontrado um total de cerca de 3 Kg de cocaína. O homem de 28 anos de idade foi preso em flagrante.

Em outra ação com ao auxílio de cães farejadores, foi preso um homem nigeriano de 43 anos de idade que iria embarcar em vôo com destino a Cotonou/Benin e escala em Addis Ababa/Etiópia. Ele estava na fila do check-in quando os cães deram indicação da existência de algo suspeito em suas bagagens. Foi realizado um exame com a utilização do espectômetro de massa e o resultado indicou alto índice de contaminação por cocaína. O homem foi conduzido à delegacia para realização de busca pessoal e revista das bagagens. Dentro das bagagens foram encontrados diversos chuveiros e kits para banheiro (saboneteiras e suportes para toalhas) que apresentavam peso incompatível. Os materiais foram desmontados e revelaram conter pacotes com substância semelhante à cocaína. Após a realização da perícia a substância foi identificada como cocaína totalizando cerca de 11 Kg.

Logo após essa prisão outro homem nigeriano, de 39 anos de idade, foi preso ao tentar embarcar em voo com destino a Accra/Catar e escala em Joanesburgo/África do Sul. Ele estava na fila do check-in e ficou extremamente nervoso com a presença dos policiais que conduziam os cães farejadores. Quando os policiais se aproximaram, o animal deu o alerta típico da existência de algo suspeito com o homem. Ao ser abordade o passageiro se portou de forma violenta, tendo que ser contido e algemado pelos policiais federais. Ele foi conduzido à delegacia para que fosse realizada busca pessoal e revista de suas bagagens. O homem trazia consigo, atados ao tórax, costas e barriga, vários pacotes contendo substância com odor característico de cocaína. Os exames periciais revelaram a existência de cerca de 4 Kg de cocaína. O homem foi preso em flagrante.

Na manhã de hoje (9) um jovem de 19 anos de idade, natural de Santa Catarina, desembarcou de voo procedente de Portugal e tentou passar pela Receita Federal no canal “nada a declarar” quando foi abordado pelos Fiscais. Ele foi entrevistado e disse que havia ido para Portugal e permanecido uma semana naquele país. Suas bagagens foram passadas pelo raio-x e as imagens revelaram a existência de algo suspeito em seu interior. A mala foi aberta e dentro dela havia três pacotes. Os policiais federais foram acionados e o jovem foi conduzido à delegacia para realização dos exames periciais. A substância contida nos três volumes foi identificada como anfetamina, totalizando mais de 6 Kg em pó. O jovem foi preso em flagrante. Ele disse que pegou a droga na França.

Os presos foram conduzidos aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça respondendo, na medida de suas participações, pelos crimes que lhe foram imputados.

 Fonte: Polícia Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *