Em ligação grampeada, Berlusconi diz ter garota brasileira

BERLUSCONI ATTENDE MOSSE DELLA LEGA, APPELLO MODERATI UNITIEm uma ligação de 23 de setembro de 2008 interceptada pela Justiça italiana, o então primeiro-ministro Silvio Berlusconi diz ter para aquela noite a companhia de uma “criança” brasileira de 21 anos.

No telefonema, o ex-premier falava com Gianpaolo Tarantini, que responde ao lado do seu irmão, Claudio, por formação de quadrilha e exploração, indução e favorecimento à prostituição de 26 garotas levadas por eles às festas na mansão do político.

A conversa começa com Berlusconi dizendo que está com dor nas costas ao empresário, que promete lhe enviar um “anjinho” para fazer o incômodo passar. O então chefe de governo aceita e, após uma breve troca de palavras sobre sua agenda no dia, afirma que ele mesmo chamará “duas ou três garotas” para uma festa em sua casa naquela noite.

“Eu tenho duas crianças pequenas que há tempos não vejo. Uma é jornalista na Rai… Não, na Mediaset… Trabalha com esportes, é uma napolitana muito simpática, muito doce… E uma outra criança de 21 anos, brasileira, que chorou comigo no telefone, dizendo que eu a tinha esquecido, e então a farei vir… Mas, em suma, sem… Sem peso…”, declarou Berlusconi na gravação interceptada.

O ex-primeiro-ministro também sugere a Tarantini levar “duas cantoras cubanas” e convidar Fabrizio Del Noce, então diretor de ficção da emissora “Rai”. “Assim as garotas percebem que está ali alguém com o poder de dar-lhes trabalho. Elas terão a ideia de estar frente a homens que podem decidir sobre os seus futuros”, disse.

Os telefonemas foram interceptados pela Procuradoria de Bari e já estão nas mãos do tribunal da cidade, que será o responsável por julgar os irmãos Tarantini. Na época em que estourou o escândalo de prostituição na mansão do ex-premier, investigações apontaram que a brasileira Iris Berardi teria participado das festas quando ainda era menor de idade.

Fonte: Ansa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *