Defensoria quer indenizações para vítimas de acidente de trens no Rio

Imagem: EBC

Imagem: EBC

O Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon) da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro abriu nesta terça-feira (6) apuração sobre o acidente entre dois trens da SuperVia na noite do dia anterior (5) na Estação Presidente Juscelino, em Mesquita, na Baixada Fluminense. A Nudecon pretende cadastrar os acidentados para buscar indenizações às vítimas. Só o Hospital Geral de Nova Iguaçu recebeu mais de 150 feridos, e sete continuam internados. Hospitais e unidades de saúde estaduais atenderam 71 pessoas, todas já liberadas.

Acidente entre dois trens da Supervia deixa mais de 150 feridos no Rio. Foto do Hospital Geral de Nova Iguaçu, conhecido como Hospital da Posse,  na Baixada Fluminense Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Nudecon também quer negociar soluções extrajudiciais para evitar que os passageiros tenham que recorrer à Justiça, em um processo demorado. “Se a gente conseguir chegar a um denominador comum com a SuperVia, não vai ser necessário ajuizamento e anos de trâmite processual. A gente consegue resolver o que poderia durar anos em um espaço bem menor”, disse a coordenadora do Nudecon, a defensora Patrícia Cardoso.

Fonte: EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *