Casal é preso por manter chinesa em condições de escravidão

Foto: Polícia Federal

Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal prendeu na cidade de Araçatuba, em São Paulo, um casal suspeito de manter uma jovem chinesa, de 23 anos, que foi encontrada vivendo em condição análoga à escravidão em uma loja de bijuterias. Segundo informações da polícia, os pais da vítima teriam contraído uma dívida na China com os proprietários da loja fiscalizada e, por isso, teriam enviado a filha para trabalhar como meio de saldá-la.

A jovem estava residindo no depósito do estabelecimento, dormia em uma cama improvisada de papelão, em meio às mercadorias. O ambiente era totalmente insalubre, sem ventilação e sujeito a altas temperaturas.

O passaporte da chinesa estava retido pelos supostos empregadores, que foram presos em flagrante pelo crime e encaminhados à Cadeia Pública de Penápolis (SP) e General Salgado (SP), onde permanecerão à disposição da Justiça Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *